link href='http://fonts.googleapis.com/css?family=NOME DA FONTE' rel='stylesheet' type='text/css'/> Just a Girl...: Agosto 2010

Quotes do dia...

“Ela parecia ser boa sem querer,
e ruim de propósito.”
4 Semanas de prazer

Search

Arquivo do blog

Seguidores

Tecnologia do Blogger.

My Playlist

Visitantes online

domingo, 29 de agosto de 2010
Eu sempre digo pras pessoas "FAZ O QUE TE DER NA TELHA E ESQUECE
O QUE OS OUTROS VÃO PENSAR".
Nossa falando assim parece ser tão facil, parece ser tão facil apoiar a loucura aleia.
 Então me deparei com um espelho e olhando aquela garota percebi que ela estava presa, não que ela realmente estivesse presa com correntes, mas estava presa dentro de si mesma, ela era uma garota cheia de vida, de vontades, ela tinha seus momentos altos e baixos e mudava de sentimentos e opinião constantimente, e mesmo com tudo isso ela ainda não tinha vivido nada estava com medo de dar passos errados e dos olhares acusadores das pessoas.
Então a garota mim disse: "-Faz o que te der na telha e esquece o que os outros vão pensar"
disse de uma forma convicente que parecia que ela também seguia essa frase então perguntei
-Por que você não faz o mesmo?
e ela disse: "-Não perca tempo pensando no que os outros vão pensar pois um dia vai olhar pra trás
e irá encontrar uma garota como eu louca pra viver mais com medo do que os vão dizer.
sexta-feira, 27 de agosto de 2010
É uma dor saber que o nós podemos terminar
porque simples e naturalmente nunca soube fingir
e sei que morres por mim, vives por mim
e sei que nunca me deixou para trás
porque sabes que às vezes o que eu sinto é medo
Porque vive em mim, junto a mim
no meu interior, neste coração confuso.
Por isso te peço por favor
Ensina-me a querer-te um pouco mais
e sentir contigo o amor que tu me dás me aquece o
frio
Quero te ver agora.
Ensina-me a querer-te um pouco mais
E a viver contigo, já não aguento a ansiedade.
De saber que você quer que eu vá para onde você for
Longe de pensar que estou me fazendo mal
Tenho que reconhecer
Que tudo que eu fiz eu me dei mal
Por isso vou aprender, vou viver, vou te abraçar mais e mais
e não quero e não devo e não posso deixar de te ver
Porque vives em mim, junto a mim, dentro de mim e nesse coração confuso
Por isso te peço por favor.
Ensina-me a querer-te um pouco mais
e sentir contigo o amor que tu me dás, me aquece o frio
Quero te ver agora
Ensina-me a querer-te um pouco mais
E a viver contigo, já não aguento a ansiedade
de saber que é meu quero, ir aonde vais.
(É a dor em saber que foi nós podemos terminar
porque simples e naturalmente nunca soube fingir)
terça-feira, 17 de agosto de 2010
Contam que, uma vez, se reuniram os sentimentos e qualidades dos homens em um lugar da terra.

Quando o ABORRECIMENTO havia reclamado pela terceira vez, a LOUCURA, como sempre tão louca, lhes propôs:
- Vamos brincar de esconde-esconde?
A INTRIGA levantou a sobrancelha intrigada e a CURIOSIDADE, sem poder conter-se, perguntou: Esconde-esconde? Como é isso?
- É um jogo, explicou a LOUCURA, em que eu fecho os olhos e começo a contar de um a um milhão enquanto vocês se escondem, e quando eu tiver terminado de contar, o primeiro de vocês que eu encontrar ocupará meu lugar para continuar o jogo. O ENTUSIASMO dançou seguido pela EUFORIA.
A ALEGRIA deu tantos saltos que acabou convencendo a DÚVIDA e até mesmo a APATIA, que nunca se interessava por nada.
Mas nem todos quiseram participar.
A VERDADE preferiu não esconder-se, para quê? Se no final todos a encontravam?
A SOBERBA opinou que era um jogo muito tonto (no fundo o que a incomodava era que a ideia não tivesse sido dela) e a COVARDIA preferiu não arriscar-se.
- Um, dois, três, quatro... - começou a contar a LOUCURA.
A primeira a esconder-se foi a PRESSA, que como sempre caiu atrás da primeira pedra do caminho.
A FÉ subiu ao céu e a INVEJA se escondeu atrás da sombra do TRIUNFO, que com seu próprio esforço, tinha conseguido subir na copa da árvore mais alta.
A GENEROSIDADE quase não consegue esconder-se, pois cada local que encontrava lhe parecia maravilhoso para algum de seus amigos - se era um lago cristalino, ideal para a BELEZA; se era a copa de uma árvore, perfeito para a TIMIDEZ; se era o voo de uma borboleta, o melhor para a VOLÚPIA; se era uma rajada de vento, magnífico para a LIBERDADE. E assim, acabou escondendo-se em um raio de sol.
O EGOÍSMO, ao contrário, encontrou um local muito bom desde o início. Ventilado, cómodo, mas apenas para ele.
A MENTIRA escondeu-se no fundo do oceano (mentira, na realidade, escondeu-se atrás do arco-íris), e a PAIXÃO e o DESEJO, no centro dos vulcões.
O ESQUECIMENTO, não recordo-me onde escondeu-se, mas isso não é o mais importante.
Quando a LOUCURA estava lá pelo 999.999, o AMOR ainda não havia encontrado um local para esconder-se, pois todos já estavam ocupados, até que encontrou um roseiral e, carinhosamente, decidiu esconder-se entre suas flores.
- Um milhão - contou a LOUCURA, e começou a busca.
A primeira a aparecer foi a PRESSA, apenas a três passos de uma pedra. Depois, escutou-se a FÉ discutindo com Deus no céu sobre zoologia.
Sentiu-se vibrar a PAIXÃO e o DESEJO nos vulcões.
Em um descuido encontrou a INVEJA, e claro, pode deduzir onde estava o TRIUNFO.
O EGOÍSMO, não teve nem que procurá-lo. Ele sozinho saiu disparado de seu esconderijo, que na verdade era um ninho de vespas.
De tanto caminhar, a LOUCURA sentiu sede, e ao aproximar-se de um lago descobriu a BELEZA.
A DÚVIDA foi mais fácil ainda, pois a encontrou sentada sobre uma cerca sem decidir de que lado esconder-se.
E assim foi encontrando a todos.
O TALENTO entre a erva fresca; a ANGÚSTIA em uma cova escura;
a MENTIRA atrás do arco-íris (mentira, estava no fundo do oceano);
e até o ESQUECIMENTO, a quem já havia esquecido que estava brincando de esconde-esconde.
Apenas o AMOR não aparecia em nenhum local.
A LOUCURA procurou atrás de cada árvore, em baixo de cada rocha do planeta, e em cima das montanhas.
Quando estava a ponto de dar-se por vencida, encontrou um roseiral.
Pegou uma forquilha e começou a mover os ramos, quando no mesmo instante, escutou-se um doloroso grito.
Os espinhos tinham ferido o AMOR nos olhos.
A LOUCURA não sabia o que fazer para desculpar-se chorou, rezou, implorou, pediu perdão e até prometeu ser seu guia.
Desde então, desde que pela primeira vez se brincou de esconde-esconde na terra: O AMOR é cego e a LOUCURA sempre o acompanha.
sábado, 14 de agosto de 2010
Dentro de mim não tem nada e tem tudo , quase cheio ou quase vazio .
Tem dias que é tão difícil estar com tudo isso , conseguir levar tudo isso .
ás vezes é tão ruim acordar , encarar a realidade ,
ás vezes é tão fácil chorar , querer sumir ..
Eu sei que pode parecer exagero .. que pode parecer loucura , mais estou nos últimos segundos.
São os últimos segundos da falta do que fazer , da ausência de prazer , de evitar viver.
São os últimos suspiros da dor , dessa agonia que não tem explicação e razão para existir.
Amanhã ...
terça-feira, 10 de agosto de 2010
Gosto de pensar assim: se a gente faz o que manda o coração, lá na frente, tudo se explica. Por isso, faço a minha sorte. Sou fiel ao que sinto. Aceito feliz quem eu sou. Não acho graça em quem não acha graça. Acho chato quem não se contradiz. Às vezes desejo mal. Sou humana. Sou quase normal. Não ligo se gostarem de mim em partes. Mas desejo que eu me aceite por inteiro. Não sou perfeita, não sou previsível. Sou uma louca. Admiro grandes qualidades. Mas gosto mesmo dos pequenos defeitos. São eles que nos fazem grande. Que nos fazem fortes. Que nos fazem acordar. Acho bonito quem tem orgulho de ser gente. Porque não é nada fácil, eu sei. Por isso continuo princesa. Continuo guerreira. Continuo na lua. Continuo na luta. No meio do caos que anda o mundo, ACEITAR É SER FELIZ.
sábado, 7 de agosto de 2010
Uma noite eu tive um sonho:
Sonhei que estava andando na praia com o Senhor, e através do céu, passavam cenas da minha vida. Para cada cena que se passava, percebi que eram deixados dois pares de pegadas na areia; Um era meu e o outro era do Senhor. Quando a última cena da minha vida passou diante de nós, olhei para trás, para as pegadas na areia, e notei que muitas vezes, no caminho da vida, havia apenas um par de pegadas na areia.
Notei também que isto aconteceu nos momentos mais difíceis e angustiosos do meu viver.
Isso aborreceu-me.
Então perguntei ao Senhor:
- Senhor, Tu me disseste que, uma vez que resolvesse Te seguir, Tu andarias sempre comigo, em todo o meu caminho, mas notei que durante as maiores tribulações do meu viver, havia apenas um par de pegadas na areia. Não compreendo porque nas horas em que mais necessitava de Ti, Tu me deixastes...


O Senhor respondeu:
- Meu precioso filho, eu te amo, e jamais te deixaria nas horas de tua prova e de teu sofrimento. Quando vistes na areia apenas
um par de pegadas, foi exatamente aí, que eu te carreguei nos Braços
Aprendi que quando se está apaixonado.... dá pra notar!Aprendi que quando uma pessoa me diz..."Você alegrou meu dia", isso alegra minha vida.Que ser criança é mais importante que deixar de ser.Que nunca deves rejeitar um presente de uma criança.Que sempre posso orar por alguém quando não tenha outro modo de ajudá-lo.Que não importa o quanto a vida exige que sejas sério.Todos nós necessitamos um amigo com quem possamos dar gargalhadas.Que algumas vezes, tudo o que uma pessoa necessita é uma mãopara segurar e um coração para entender.Que a vida é como uma espiral: quanto mais se aproxima do final, mais rápido caminha.Que o dinheiro não compra "classe ".Que essas pequenas coisas que acontecem diariamente,são as coisas que fazem a vida espetacular.Que debaixo do duro aspecto das pessoas, ha alguém que quer ser apreciado e amado.Que Deus não fez tudo num só dia. Então o que me faz pensar que eu posso?Que ignorar os fatos... não os muda.Que é o amor, e não o tempo, que cura todas as feridas.Que cada pessoa que conheces merece ser presenteada com um sorriso.Aprendi que ninguém é perfeito ... até que te apaixonas por alguém.Aprendi que as oportunidades nunca se perdem, que devemos aproveitá-las.Aprendi que as pessoas devem dizer palavras suaves e ternas,porque no futuro poderão ter que engoli-las.Que um sorriso, é a maneira mais barata de ficar muito mais bonito.
quarta-feira, 4 de agosto de 2010
Eu olhei pro lado e me senti tão segura, foi como saber que há algo me segurando e me mantendo firme. Sorrisos, segredos, momentos, loucuras e aventuras, desde muito tempo tem sido assim. Lágrimas antes mesmo de caírem, estão secas. São aqueles conselhos, ah..eles tem esse poder. Eles amenizam qualquer dor que eu venha a ter, me fazem recuperar forças já perdidas. Nada é tão valioso quanto isso, nada pode ser tão forte e tão verdadeiro. Posso andar de olhos fechados, porque eu sei que não cairei, há quem vá me segurar pelos braços e me acompanhar até que eu consiga ficar em pé sozinha. Eu guardarei tudo comigo, eu sei o que carrego aqui no peito. Só eu sei o que poucos sabem, o valor que há em uma amizade de verdade
terça-feira, 3 de agosto de 2010
Eu jamais chegaria aonde cheguei se só andasse em linha reta. Tive que voltar atrás, andar em círculos, perder dias, perder o rumo, perder a paciência e me exaurir em tentativas aparentemente inúteis pra encontrar um quase endereço, uma provável ponte: a entrada do encontro...acertei o caminho não porque segui as setas, mas porque desrespeitei todas as placas de aviso.
O mundo é cheio de inesperadas reviravoltas. E quando você acha que é dono do seu lugar, o chão sob você sai do lugar e te derruba. Se você estiver com sorte, acabará com nada mais do que um arranhão, algo que um band-aid irá cobrir. Mas, alguns machucados são mais profundos do que aparentam ser e necessitam de mais cuidados do que um curativo. ... e com alguns machucados, você tem que tirar o band-aid, deixá-lo respirar e dá-los tempo para sarar.